Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Receitas » Alimentos

2 receitas com cogumelos para variar a dieta

Saborosos e nutritivos, eles sofisticam qualquer prato. E o melhor: 100gr da iguaria tem menos calorias do que uma cenoura!

Máxima Digital Publicado em 15/02/2018, às 11h29 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Ricos em fibras, auxiliam no funcionamento do intestino e controlam o colesterol
Ricos em fibras, auxiliam no funcionamento do intestino e controlam o colesterol - iStock

Até pouco tempo eles não eram vistos na mesa dos brasileiros. Apenas receitas muito sofisticadas levavam o ingrediente. Mas agora os cogumelos já fazem parte do nosso dia a dia. Aprendemos que a iguaria pode ser muito versátil, ou seja, é uma mão na roda na hora de pensar o cardápio da semana. Não tem carne hoje? Que tal uma omelete de cogumelos? Vem alguém jantar em casa de última hora? Um belo refogado com algum dos tipos do alimento serve de base para acompanhar um filé com arroz. Altamente nutritivos e pouco calóricos, eles são ricos em vitaminas, proteínas, fósforo, vitaminas do complexo B, ácido fólico, fibras e outros elementos essenciais à saúde. “Os diferentes tipos de cogumelo ajudam a emagrecer, previnem doenças cardiovasculares e ainda controlam o colesterol”, revela a nutróloga Cristiane Coelho, da Associação Médica Brasileira.

Na hora da compra
Para acertar na escolha, verifique se o cogumelo está firme e com coloração forte. Não pode estar machucado ou apresentar manchas escuras na superfície. “Em casa, o fresco deve ser armazenado na geladeira por até 10 dias, mas é aconselhável que seja consumido em até cinco”, explica Cristiane. Um truque: na hora de lavar, esfregue-os levemente com uma toalha de papel umedecida, enxágue e não o deixe de molho em água, pois fica encharcado e perde o sabor. Ao cozinhar, corte os talos. “O seco pode ser armazenado por até dois anos em local fresco e seco, a partir da data de fabricação”, ensina a expert. Após aberto, o cogumelo em conserva deve ser armazenado dentro da geladeira, respeitando o prazo de validade da embalagem.

Bom para emagrecer
O cogumelo contém vitaminas do complexo B, essenciais na saúde mental e emocional; proteínas, que ajudam na manutenção dos tecidos; e fósforo, fundamental na formação dos ossos e dentes. “O alimento também é uma excelente fonte de fibras, que auxiliam no funcionamento do intestino, controlam o colesterol e ainda favorecem o emagrecimento, pois reduzem a absorção de gordura no corpo e promovem saciedade”, explica a médica. Por apresentarem altos teores de ácido fólico, os cogumelos previnem doenças cardiovasculares e degenarativas, como Alzheimer, e têm se mostrado importantes no tratamento complementar de doenças como câncer, lúpus, hepatite e HPV. E mais: os cogumelos podem ser consumidos por todos já que não há qualquer contraindicação.

 Confira duas receitas para comer sem peso na consciência:

Risoto de alho-poró, escarola e cogumelo

Preparo: 20 min
Pronto em: 50 min
Rendimento: 6 porções
Calorias por porção: 170

Ingredientes
1 cenoura
1 cebola
1 alho-poró (só a parte verde)
7 xícaras (chá) de água
2 colheres (sopa) de azeite       
1 e 1/2 xícara (chá) de arroz arbório 
1/2 xícara de alho-poró cortado em rodelas finas 
1 xícara (chá) de cogumelo shimeji preto picado   
1/2 colher (chá) de páprica picante   
Sal a gosto
1 xícara (chá) de escarola picada       
2 colheres de (sopa) salsa picada       

Preparo        
Em uma panela grande, coloque a cenoura cortada ao meio, a cebola cortada em quatro partes, as folhas do alho-poró e a água. Leve ao fogo e deixe ferver por 15 minutos. Reserve aquecido. Em outra panela, aqueça o azeite e refogue o arroz. Junte o alho-poró em rodelas e vá acrescentando o caldo de legumes quente reservado aos poucos, conforme o arroz for secando. Mexa sempre e deixe o fogo baixo. Quando o arroz estiver quase cozido, acrescente cogumelo, páprica e sal. Deixe cozinhar até o arroz ficar macio e ainda conter um pouco de líquido. Desligue, misture a escarola e a salsa.

Salada de quinoa, cogumelo e maçã

Preparo: 40 min
Pronto em: 1h
Rendimento: 6 porções  
Calorias por porção: 155

Ingredientes
3/4 de xícara (chá) de quinoa mista (branca e vermelha)
2 xícaras (chá) de água
1/2 colher (chá) de cominho em pó
sal a gosto
1 xícara (chá) de cogumelo paris cortados em fatias
1/2 xícara (chá) de castanha-do-Pará picada grosseiramente
1 maçã vermelha com casca cortada em cubos pequenos
1/4 de xícara (chá) de azeite extravirgem
3 colheres (sopa) de aceto balsâmico
1 envelope de adoçante em pó
2 colheres (sopa) de mostarda escura
2 colheres (sopa) de suco de limão
2 colheres (sopa) de cebolinha picada
1 colher (chá) de gengibre em conserva picado

Preparo        
Em uma panela, cozinhe a quinua com água, cominho e sal. Antes de terminar o cozimento, misture os cogumelos e cozinhe até secar o líquido. Deixe esfriar e transfira para uma tigela. Acrescente a castanha-do-Pará e a maçã. À parte, misture azeite, aceto, adoçante, mostarda, suco de limão, cebolinha, gengibre e sal com um batedor de arame. Despeje esse tempero sobre a mistura de quinua, mexa e sirva a seguir.

São mais de 4 mil tipos
Os cogumelos não são vegetais, verduras ou legumes, eles pertencem à família dos fungos e, por agregar sabor especial aos pratos, vêm conquistando um espaço cada vez maior na mesa dos brasileiros. Existem aproximadamente 4,5 mil espécies de cogumelos comestíveis no mundo. Entre os mais conhecidos no Brasil estão:

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI