Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Comportamento » Representatividade

Momento histórico! A trajetória dos jornalistas negros da bancada integralmente representativa para comentar racismo

Conheça melhor as histórias de Heraldo Pereira, Zileide Silva, Maju Coutinho, Flávia Oliveira, Aline Midlej e Lilian Ribeiro

Máxima Digital Publicado em 04/06/2020, às 18h24

Conheça melhor as histórias de Heraldo Pereira, Zileide Silva, Maju Coutinho, Flávia Oliveira, Aline Midlej e Lilian Ribeiro
Conheça melhor as histórias de Heraldo Pereira, Zileide Silva, Maju Coutinho, Flávia Oliveira, Aline Midlej e Lilian Ribeiro - Globo

O assunto sobre racismo vem tomando conta dos noticiários de todo o mundo. Após o segurança George Floyd ser morto em 25 de maio de 2020, Minneapolis, nos Estados Unidos, pelo então policial da cidade Derek Chauvin. Na ocasião, oficial ajoelhou-se no pescoço dele por pelo menos sete minutos, enquanto estava deitado de bruços na estrada.

A morte de Floyd reacendeu discussão sobre a discriminação racial e manifestações afloraram no mundo. Além disso, manifestos e movimentos como, "Black Lives Matter" (tradução: vidas negras importam), ganharam força e visibilidade. 

Sendo assim, os veículos de comunicação noticiam os acontecimentos e discutiram a pauta do racismo. Contudo, muitos não tinham negros como participantes dos debates e foram questionados por seus telespectadores.

Após receber uma série de críticas nas redes sociais por debater o assunto apenas com jornalistas brancos, a GloboNews realizou o programa Em Pauta, da última quarta-feira, 3, com uma bancada de apenas jornalistas negros.

No ar, estava Heraldo Pereira como âncora e cinco jornalistas mulheres como comentaristas da edição: Zileide Silva,Flávia Oliveira, Maria Júlia Coutinho, Aline Midlej e Lílian Ribeiro.

O momento foi histórico na emissora. Foi a primeira vez que seis negros ocuparam a  mesma bancada para falar sobre racismo. O apresentador Marcelo Cosme leu no ar o mea culpa da emissora e assumiu o erro do programa. Após a edição, Zileide e Flávia passarão a fazer parte da bancada fixa do "Em Pauta".

A história dos seis profissionais não começou na última quarta-feira. Conheça mais cada jornalista:

Heraldo Pereira, 59

Heraldo Pereira, 59, é membro antigo da Globo News. Formado em jornalismo pela PUC-Campinas, ele é um dos jornalistas mais experientes na cobertura do mundo político de Brasília.

A carreira como repórter é longa. Participou desde a campanha pelas Diretas Já, que marcou os anos finais da Ditadura Militar (1964-1985), a Assembleia Nacional Constituinte (1986-1988) e todas as campanhas presidenciais desde a redemocraticação do país – de Fernando Collor a Jair Bolsonaro. Atualmente é o titular da bancada do Jornal das 10 na Globo News.

O grande profissional na cobertura política fez com que ele se tornasse o primeiro homem negro a apresentar o Jornal Nacional, o mais importante da Globo, em TV aberta, em 2002. 

Zileide Silva

Zileide Silva, 61, é formada em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e iniciou sua carreira no rádio em São Paulo. A jornalista é especialista em economia e política. Na carreira brilhante, ela cobriu o Plano Collor (1990), quando o governo confiscou a poupança dos brasileiros numa tentativa fracassada de combater a inflação.

Zileide está na Globo desde 1997. Durante estes anos ela foi repórter especial do Jornal Nacional e Globo Repórter e foi apresentadora do Jornal Hoje. Além disso, foi correspondente em Nova York. Entre 2009 e 2013, apresentou diariamente as notícias políticas do Bom Dia Brasil.  Ela foi a primeira mulher negra a apresentar como titular um telejornal diário para todo o Brasil na Rede Globo.

Flávia Oliveira

Flávia Oliveira, 50, é formada em jornalismo pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Começou sua carreira profissional em 1992, no antigo Jornal do Commercio. Foi para a Globo no ano de 1994, onde assinava na coluna "Panorama Econômico", com a titularidade de Miriam Leitão.

Ela é especialista em economia e direitos sociais, Flávia também lidera o programa "Entrevistas", no Canal Futura, com o objetivo de tratar de diversos temas da sociedade brasileira. Desde 2007, Flávia é comentarista fixa no programa "Estúdioi", da GloboNews.

Maju Coutinho

Maria Júlia Coutinho, 42, é formada pela Faculdade Cásper Líbero. Começou sua carreira na TV Cultura como apresentadora e âncora do Jornal da Cultura e do Cultura Meio-Dia. Em 2007, migrou para TV Globo, onde passou a ser repórter dos programas locais da emissora, como o SPTV.

Em 2015, Maju ficou conhecida por ser a responsável pelas informações do clima no Jornal Nacional. Em março de 2019, Maju se tornou a primeira mulher negra a integrar a bancada do Jornal Nacional e em agosto do mesmo ano se tornou apresentadora titular do Jornal Hoje, onde está atualmente.

Aline Midlej

Aline Midlej, 37, é formada em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduanda em jornalismo digital. Foi produtora e repórter na TV Record entre 2006 e 2009. Na TV Bandeirantes até 2015, ela foi repórter e âncora, onde cobriu eventos como o terremoto do Haiti, em 2010.

Em 2009, Aline produziu uma série de reportagens para EBC, Empresa Brasil de Comunicação,  na África, que foram veiculados no programa "Nova África", que retrata o passado e o presente do continente e suas singularidades. Desde 2016, ela apresenta o Jornal das 10h, da Globo News.

Lilian Ribeiro

Lilian Ribeiro, 35, é formada pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e mestre em comunicação. Iniciou a carreira como estagiária na TV Globo, na produção de programas locais do Rio de Janeiro, como o RJTV, em 2006.

Em 2007, ela migou para a Rádio CBN e começou a escrever para o site da rádio e, no ano seguinte, passou a atuar em reportagens de rua. Por esse trabalho, sua voz ficou conhecida entre os moradores do Rio de Janeiro por conta da cobertura diária na capital. Atualmente, é repórter da GloboNews.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI