Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Na TV » Big Brother Brasil

De seguidores a programa na TV: 5 coisas que Karol Conká perdeu desde que entrou no 'BBB21'

Com falar e atitudes polêmicas, Karol Conká vai perdendo oportunidades na carreira

Máxima Digital Publicado em 06/02/2021, às 17h00

De seguidores a programa na TV: 5 coisas que Karol Conká perdeu desde que entrou no 'BBB21'
De seguidores a programa na TV: 5 coisas que Karol Conká perdeu desde que entrou no 'BBB21' - Reprodução/ Globo

O nome de Karol Conká não apareceu nas listas de cotados para o Big Brother Brasil 21, e, por isso, o anúncio que a rapper estaria no programa pegou todo mundo de surpresa. No início, a web ficou agitada com a sua participação pensando que ela seria coerente com os seus discursos fora do programa e nas letras de suas músicas.

Contudo, não foi bem isso que aconteceu. Conká se envolveu em várias polêmicas. Foi acusada de xenofobia, rir de falar machistas, ser intolerante religiosa, distorcer a luta de  transexuais, tratar participantes com desprezo e relativizar doenças mentais.

Por causa disso, a participante terá uma surpresa nada positiva ao deixar o programa. Isso porque o comportamento da cantora não tem agradado nem um pouco o público do programa. O reflexo apareceu em sua carreira profissional.

Tchauzinho seguidores:

Desde sábado (30/1), quando começou a criticar Lucas  por seu comportamento na festa  e desfazer de Juliette, Karol já perdeu mais de 400 mil seguidores no Instagram e vem sendo bastante criticada pelo público. Antes da estreia ela tinha 1,5 milhão de seguidores. No dia de estreia, 1,8 milhão. Atualmente, está com 1,4 milhão e os números não param de cair.

Adeus fã-clube

Até mesmo um fã-clube dedicado para a cantora se desfez. Os seguidores decidiram deixar de apoiá-la e desativou o perfil no Twitter.

"Devido a todos os acontecimentos dentro da casa, percebemos que ela na verdade é uma pessoa horrível. Iremos desativar a página e desejamos que ela se f****", publicou o perfil.

Sem show em festival

Diretamente na sua carreira artística, o Festival Rec-Beat, por sua vez, decidiu cancelar a participação de Karol. Antes do confinamento, ela chegou a gravar sua apresentação para a edição digital do evento musical.

"Nós, que fazemos o Rec-Beat, acompanhamos as últimas declarações de Karol Conká no #BBB21 e reafirmamos nossa total e absoluta discordância de suas atitudes, que vão contra os princípios basilares do Rec-Beat e do nosso público", disse a organização do festival em nota. 

Nada de programa na TV

Outro marco na carreira, foi que o canal GNT também confirmou que não irá mais exibir na TV, em fevereiro, o programa Prazer, Feminino, apresentado por Karol e Marcela McGowan, ex-BBB20, e já transmitido no YouTube. Segundo a emissora, a suspensão seria para não compactuar com a cultura do cancelamento.

Muito dinheiro

Como consequência a atitudes consideradas equivocadas pelo público, ela corre o risco de perder até R$ 5 milhões em faturamento com shows e contratos de programas que acabaram cancelados. Segundo o levantamento feito a pedido da Forbes pela BRUNCH, agência de marketing, podem chegar a R$ 5 milhões, considerando que a cantora leve cerca de seis meses para se recuperar da crise de imagem.

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI