Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Passo a passo para cultivar uma horta em casa

Máxima Digital Publicado em 20/02/2018, às 16h00 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Poder esticar a mão e colher os próprios temperos e hortaliças é um luxo!
Poder esticar a mão e colher os próprios temperos e hortaliças é um luxo! - iStock
Produzir os próprios temperos e hortaliças, além de mais saudável, torna-se um exercício muito prazeroso. Livre de agrotóxicos, o cultivo da horta caseira, fonte de alimento seguro e barato, pode ser uma atividade relaxante ao te manter em contato direto com a terra e a natureza

Ter uma horta em casa não é difícil. Até quem mora em apartamento pode cultivar seus prórpios temperos e hortaliças. “O mais importante é garantir que haja uma boa exposição da horta à luz solar. As hortaliças, em sua maioria, necessitam de aproximadamente cinco horas de luz direta por dia”, explica o engenheiro agrônomo da Esalq, Rafael Campagnol.

Para garantir o bom cultivo de ervas, verduras e hortaliças, recomenda-se que mudas diferentes não sejam plantadas no mesmo canteiro. Na opinião da paisagista Regina Pinheiro Simões, o ideal é juntar no mesmo vaso plantas com necessidades parecidas. “Folhas mais frágeis, num tom de verde-claro, devem ser plantadas juntas. As mais escuras, de textura rígida, devem ser plantadas em outros vasos, pois exigem menos cuidados ”, explica.

O tempo e a frequência da irrigação dessas plantas podem variar de acordo com as condições climáticas a que estão expostas. “Para não errar, a horta deve ser regada uma vez ao dia, logo no início da manhã ou no final da tarde, assim é possível ter certeza de que a terra não ficará totalmente seca”, explica Regina. Em dias mais quentes, as plantas transpiram mais e necessitam de mais água. Uma dica: enfie o dedo no solo. Se ele estiver úmido, não é necessário irrigar, mas se estiver seco, deve-se regar a planta o quanto antes. 

Confira o passo a passo para ter uma horta de se orgulhar:

1. Certifique-se que o vaso escolhido tem a altura ideal para a hortaliça ou verdura que será plantada.

2. Coloque uma camada de argila expandida ou de pedras (britas) para cobrir o fundo do vaso. Isso ajuda na drenagem.

3. Adicione areia grossa para ajudar no escoamento e prevenir possíveis doenças das raízes.

4. Coloque uma camada de comporto orgânico misturado com húmus de minhoca para garantir a fertilidade do solo. No caso de ervas e temperos, coloque também um pouco de areia.

5. Plante a muda e distribua mais uma pequena quantidade de composto orgânico (húmus ou esterco).

6. Regue e cubra a terra com folhas secas ou pequenas pedras. Isso ajudará a manter a umidade do solo.

Fertilize!
Para manter a fertilidade do solo, é necessário aplicar adubos orgânicos ou minerais, a cada 40 dias. Os adubos orgânicos podem ser os compostos por húmus de minhoca, esterco de boi e torta de mamona.

Iluminação certa
Descubra quais são as plantas ideais para serem cultivadas, de acordo com a quantidade de sol em seu espaço. 
* Mais de cinco horas de luz do sol por dia >> alface, orégano, rabanete, salsinha, cebolinha, sálvia, tomate e cenoura.
* Pelo menos quatro horas de luz do sol por dia >> acerola, alecrim, manjericão, rúcula, pitanga e, jabuticaba.

Alto ou baixo?
* Vasos com menos de 30 cm de altura >> Devido a baixa estatura, plantas folhosas como a alface, rúcula, almeirão, couve, coentro, hortelã, manjericão, salsinha, cebolinha e orégano podem ser plantadas em vaso de até 10 cm.

* Vasos de 30 a 40 cm de altura >> Ideal para o cultivo de hortaliças de frutos, como o tomate, pepino, berinjela, pimentão, além de alecrim, pimenta, nabo e rabanete, já que essas plantas se desenvolvem mais.

* Vasos com mais de 40 cm de altura >> Plante cenoura, beterraba, couve-flor, brócolis, cebola e brócolis. O vaso deve possuir profundidade suficiente para o desenvolvimento da raiz, que é a parte comestível da planta.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI