Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Dieta e Saúde » Saúde

Após 12 mortes em adultos na Itália, coronavírus contamina também sete crianças no país

Algumas escolas fecharam e só têm previsão de abrir novamente em um mês

Máxima Digital Publicado em 26/02/2020, às 10h57

Após 12 mortes em adultos na Itália, coronavírus contamina também sete crianças no país
Após 12 mortes em adultos na Itália, coronavírus contamina também sete crianças no país - GETTYIMAGES

Na Itália, os casos de coronavírus têm aumentado substancialmente.

Após diversas mortes no continente asiático, algumas pessoas começaram a ser diagnosticadas com a doença na Europa e a situação está assustando gente de todos os lugares do mundo.

Acontece que, na Itália, o alerta está um pouco maior! Doze pessoas, vítimas da doença, já morreram -- a última, que tinha apenas 38 anos -- e agora crianças estão começando a ser infectadas também.

No Mais Você, um produtor da TV Globo, que está de férias no país em alerta, entrou ao vivo e contou um pouco sobre como as pessoas estão agindo com tudo isso.

"As escolas estão fechadas", disse ele. "Elas só têm previsão de abrir novamente daqui a um mês", completou.

"O que preocupa é que foram noticiados casos em crianças. Até então, os casos eram só em pessoas adultas. A verdade é que agora as crianças também estão sendo contaminadas. Tinham 4 casos logo cedo e o número já aumentou para 7", revelou o informante.

produtor fals sobre coronavírus na itália
TV Globo

 

"As pessoas estão vivendo uma vida praticamente normal, mas os estoques estão sendo reduzidos. Ontem, fui a uma loja para tentar comprar uma máscara. A atendente disse que tinha acabado e que, provavelmente, chegaria em 20 dias se eu fizesse uma encomenda. Álcool gel você encontra, mas não muito", contou.

Ele também foi sincero ao dizer que nem toda a população está em alerta com as notícias na televisão: "Uma parte está com medo e a outra está tentando tocar a vida normalmente".

Vale lembrar que ainda nesta quarta-feira, 26, o Ministério da Saúde deve confirmar -  a qualquer momento - o diagnóstico do senhor brasileiro, de 61 anos, que voltou da Itália recentemente e que teve um primeiro diagnóstico positivo ao vírus.

Até agora, 54 casos suspeitos foram descartados no Brasil, mas se os exames realmente confirmrem a doença desta vez, será o primeiro infectado da América Latina.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI