Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Comportamento / Relacionamento tóxico

6 indícios de que você está sendo tóxico no seu relacionamento

Renata Martins abordou sobre o outro lado da moeda de um relacionamento tóxico e a importância da autorresponsabilidade

Máxima Digital Publicado em 29/06/2022, às 18h00

6 indícios de que você está sendo tóxico no seu relacionamento - Freepik
6 indícios de que você está sendo tóxico no seu relacionamento - Freepik

É comum encontrar matérias de como detectar se está sendo abusado ou vivenciando um relacionamento tóxico pelo seu parceiro(a), entendo a dificuldade de identificação. Mas e quando você é a pessoa tóxica e abusiva?

Os relacionamentos saudáveis vão ter momentos de erros, conflitos e discordâncias, isso é normal, porém, o que o torna abusivo é o ciclo vicioso de desrespeito e violência.

Ciclo vicioso: Lua de mel > Tensão > Incidente > Reconciliação > Lua de mel (...)

Este ciclo se inicia com um amor descomedido e intenso, chamado também de “lua de mel”.

Em seguida, depois de alguns acontecimentos que causem tensão no relacionamento, ocorrem as situações pontuais de explosão de desrespeitos e violência. Muito arrependidos, os opressores pedem perdão e entra-se na etapa de reconciliação, onde todo o amor de lua de mel retorna. Até as próximas tensões.

Renata Martins esclareceu: "Um relacionamento tóxico é aquele em que uma pessoa domina e oprime, enquanto a outra é dominada e oprimida. Apesar da existência de amor e gostar, é um elo prejudicial regido pelo desrespeito, manipulação e controle.".

Este relacionamento tóxico pode estar presente até nas relações entre amigos, colegas de trabalho ou mesmo familiares, não se restringindo a relacionamentos amorosos.

FIQUE ATENTO AOS SEIS INDÍCIOS DE SER UMA PESSOA TÓXICA:

1. Ciúmes excessivo
A confiança é a base de uma relação e não deve ser associado ciúmes como sinônimo de zelo. Ter carinho e cuidado por uma pessoa que amamos é lindo de se ver, mas quando isto passa do limite, é necessário prestar muita atenção. Discutir sobre o passado, exigir que troque determinadas roupas ou que não frequente lugares específicos são situações preocupantes de ciúmes excessivo.

O ciúmes pode ocorrer pelo contato com outras pessoa, ou também pela inveja, rivalidade e competição com a própria pessoa em que está se relacionando. Fazer com que ela não tenha contato com pessoas que possam a alavancar profissionalmente é um exemplo.

2. Controle e posse
O sentimento de posse faz com que se tenha vontade e necessidade de controlar e saber o que o outro está fazendo a todo momento. Deve-se entender que ninguém é dono de ninguém e que só nós somos posses de nós mesmos.. Exigir a localização de gps, pedir fotos ou vídeos para comprovar o local em que se encontra ou controlar as pessoas que pode ou não falar são sinais de que você está passando dos limites.

3. Proibições e restrições
Você não é legislador do seu parceiro, por isso, não tem autoridade para advertir, proibir ou restringir. Proibir de falar com certas pessoas, não deixar sair com amigos ou mesmo trabalhar, por exemplo, são fatos que não devem ocorrer no relacionamento. Para que não existam desentendimentos e estejam sempre alinhados, deve-se dialogar e explicar como se sente sobre determinada situação e a pessoa ter o direito de escolha sobre o fato.

4. Desrespeito a individualidade e privacidade
Todos nós precisamos de momentos particulares e privados, tendo assim o próprio espaço pessoal e privado. Independente de qualquer relacionamento, somos pessoas únicas e devemos respeitar a individualidade e liberdade de cada ser. Sufocar, espionar e não respeitar a opinião, gostos, vontades ou decisões, são sinais de uma pessoa tóxica. Exigir a senha do celular do outro, a forçando a te passar o código é uma ótima ilustração de desrespeito a privacidade.

5. Persuasão e Manipulação
As pessoas tóxicas e abusivas são persuasivas e manipuladoras. Elas fazem com que a pessoa peça desculpas até pelo que não fez. A resposta ao ciúmes e controle exacerbado, proibições e restrições do parceiro resulta na exclusão, isolamento e vergonha deque algo pior possa acontecer, principalmente em local público.

6. Desejo de mudança
Todas as características pelas quais você se apaixonou pela pessoa agora te incomodam e te causam o desejo de muda-la. Essas atitudes fazem com que você a faça se sentir oprimida pelo seu próprio jeito de ser e naturalidade de agir. Tem-se o exemplo de uma pessoa que sempre foi simpática, e precisou mudar pelo fato de o parceiro não aceitar que ela seja tão risonha e agradável.

“Na maioria dos casos, indivíduos com traços abusivos tem tais comportamentos por problemas com a autoestima, inseguranças e traumas já vivenciados. Por isso, antes de iniciar qualquer relacionamento, é imprescindível que você esteja bem consigo mesmo e caso não esteja, procure uma terapia.”, disse Renata.

Ela finalizou: "Seja autorresponsável com suas atitudes e tenha responsabilidade afetiva"..

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI