Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Saúde e Bem Estar / Mês das Mães

MÊS DAS MÃES: Dermatologista comenta mudanças na pele de mulheres grávidas

A Dra. Ana Lívia Bagatini explicou a importância da gestante ter um acompanhamento profissional nesse processo

Máxima Digital Publicado em 20/05/2021, às 10h49

MÊS DAS MÃES: Dermatologista comenta mudanças na pele de mulheres grávidas - Freepik
MÊS DAS MÃES: Dermatologista comenta mudanças na pele de mulheres grávidas - Freepik

O corpo de uma mulher passa por uma série de mudanças durante o período gestacional.

Tanto no interior, quanto no exterior, ele está sujeito a passar por transformações causadas pela gestação

A pele é um dos órgãos que não está livre de passar por essas mudanças. Para entendermos o que pode acontecer com ela durante esse momento especial, a Máxima Digital conversou com a Dra. Ana Lívia Bagatini, dermatologista. 

"A pele da mulher durante a gestação passa por algumas alterações fisiológicas que são: hiperpigmentação de algumas regiões como aréola, papila mamária, genitais, linha Alba (linha no abdome abaixo do umbigo), podem ocorrer piora das manchas do rosto e até mesmo aparecimento do tão temido melasma. Devido ao aumento das glândulas podem ocorrer o aparecimento de espinhas e também há maior propensão a estrias devido ao estiramento da pele, edema em pernas e aparecimento de vasinhos. Os cabelos durante a gestação costumam apresentar melhora.", esclareceu a especialista. 

Dra. Ana Lívia deu uma dica especial para as gestantes: "A questão das estrias é a prevenção, a gestante deve hidratar pelo menos 2x ao dia todo corpo e principalmente abdome, mamas, coxas, e quadris desde o primeiro mês da gravidez e, após o parto, isso deve ser feito com uso de bons hidratantes que contenham: ceramidas, ácido hialurônico, óleo de semente de uva, óleo de emendas, cera de abelha, manteiga de karité.".

Os cuidados com a pele devem ser reforçados. "Durante a gestação é importante reforçar os cuidados com a pele, a proteção dos raios UV, da luz visível, que seria luz de casa, celular, computador, pois podem piorar ou até ser fator desencadeante de melasma. É indicado hidratar a pele, para evitar aparecimento de estrias. Além de manter uma rotina de vida saudável com uma alimentação adequada e fazer caminhadas.", comentou a especialista. 

Dra. Ana Lívia falou sobre os tratamentos durante a gestação: "Os tratamentos na gestação são bem limitados, mas podemos usar o ácido azelaico e ácido glicólico que ajudam a controlar a oleosidade e acne. Também pode ser feito limpeza de pele mensal ou até quinzenal se for necessário com uso de produtos específicos para gestantes.". 

A especialista comentou sobre ao aumento de oleosidade. "O aumento de oleosidade durante esse período ainda não é definitivamente comprovado na literatura, não se sabe muito bem o papel das alterações hormonais da gestação com relação à glândula sebácea. Algumas gestantes referem piora da oleosidade e outras não.", explicou. 

Dra. Ana Lívia falou sobre a importância da gestante ter um acompanhamento com um profissional. "Sim, é indicado que a gestante passe por acompanhamento com um dermatologista para saber quais os cuidados e produtos podem e devem ser utilizados na gestação, visto que, alguns produtos e a maior dos procedimentos estéticos não são indicados na gestação.", disse a dermatologista. 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI