Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Testeira
Colunas / Aline Zattar / Representatividade

A importância da representatividade

Nesta semana, Aline Zattar falou sobre representatividade e a coleção de Sillas Filgueira

ALINE ZATTAR Publicado em 12/07/2022, às 12h00

A importância da representatividade - Freepik
A importância da representatividade - Freepik

Vemos a cada dia como a abrangência da moda chegando para todos os públicos é importante como representatividade nos mais diversos segmentos. 

Já é tempo da comunidade de pessoas negras, deficientes, LGBTQIA+, plus, ser olhada como a real potência que é. Essa parte, que sempre foi alijada pela sociedade, precisa sair dos bastidores, do anonimato, e ocupar postos de referência, de lideranças. Queremos mais minorias como CEO de grandes empresas, nas academias de instituições de ensino, valorizados como grandes Intelectuais, escritores e artistas que são. 

++ Cuidados com a pele: Como manter uma cútis sempre bonita

Desejamos que esses profissionais estejam no mesmo nível de igualdade dos outros profissionais que circulam no mercado de trabalho. Basta de discriminação e covardia!

Termos, por exemplo, pessoas trans em papel de destaque na moda, gerenciando suas marcas é grandioso, pois vemos que todos têm a mesma capacidade de trabalho com significado e que atenda a demanda de cada público para qual é direcionado. 

É incrível podermos assistir nomes como Sillas Filgueira, mulher trans, estreando na Casa de Criadores com a coleção “Tramas de Isabel”. Aquece o nosso coração e dá certa esperança para nós que vivemos "fora do padrão". 

As peças que compõem a coleção da estilista, as “Tramas de Isabel” são atemporais. Sillas reforça que esse é um diferencial das suas criações e afirma “eu não faço roupas para um momento e sim para toda a vida”. A estilista detalha que além de se inspirar nas produções manuais e artesanais que a mãe fazia, apresenta uma releitura dos crochês e rendas com itens da alta costura.

++ Revolução e liberdade dos corpos para desfilarem por onde quiserem

"Para essa coleção, eu trago roupas com bom corte, em alfaiataria, os desfiados ganham pedrarias em tachinhas no tom de níquel, as rendas pretas foram bordadas em alto relevo, os crochês são compostos por pedrarias, lantejoulas, miçangas, plumas de chinchila, tweed e viscose com poliamida, com um leve e sútil brilho metálico na trama”, detalhou a estilista sobre as peças que integram o desfile que acontecerá dia 8 de julho na Casa dos Criadores, com styling de Mauricio Mariano e uma coleção composta por 20 peças.

As nossas expectativas também são as melhores! E aguardamos essa estreia com muita alegria, desejando só sucesso a que a Sillas merece! 

Que venham mais e mais estilistas que representem todos os públicos.

++ Dia dos Namorados: Qual a sua melhor versão?


Além de influenciadora digital, modelo, vencedora do miss plus size 2013, Aline Zattar é mãe, linda, inspiradora e é uma mulher que aprendeu a se amar, depois de tantos anos ouvindo que o seu corpo estava fora do padrão

Autoestima e amor-próprio são essenciais para uma vida saudável (mental e fisicamente falando). Por isso, e por tantos outros motivos que vocês descobrirão ao longo do tempo, Aline Zattar é colunista da Máxima Digital.

Toda terça-feira tem conteúdo novo!  

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI