Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Comportamento » RACISMO

10 expressões racistas que precisam imediatamente sair do seu vocabulário

Alguns termos utilizados até hoje surgiram no período de escravidão no Brasil

MÁXIMA DIGITAL Publicado em 04/06/2020, às 11h42

Representatividade negra
Representatividade negra - Twitter

Já parou para pensar quantos termos racistas você pode estar utilizando no seu cotidiano sem saber?

Muitas palavras e expressões foram criadas no período escravocrata e que, infelizmente, se perpetuam até os dias de hoje.

Ligadas a um tempo de muita dor e sofrimento, essas locuções podem parecer inofensivas, mas na verdade não são. 

Para desenvolver uma sociedade cada vez mais igualitária e livre de preconceitos, é necessário tirar o racismo também do vocabulário.

Separamos 10 expressões racistas e seus significados, para que você pare de usá-las  imediatamente!

1. Cabelo ruim

 

 

Termo sempre associado a cabelos afros.

2. Serviço de preto

Usada quando o trabalho foi mal realizado, essa expressão indica desqualificação no trabalho do negro.

3. Denegrir

O significado da palavra é “tornar algo negro”. Utilizado de forma pejorativo, o termo remete a ideia de que tudo que é negro, é ruim.

4. Mulata

A palavra vem de mula, animal híbrido originado do cruzamento entre a égua e o jumento. Mulata corresponde ao filho do homem branco com a mulher negra.

5. Criado-mudo

Era o escravo que ficava em silêncio de pé ao lado da cama de seus “senhores” em prontidão para servir.

6. Beleza exótica

Geralmente associada a negras de traços finos, declara que aqueles com características mais próximas da branquitude são mais belos. 

7. Feito nas coxas

No período da escravidão, as telhas das casas eram feitas nas coxas dos escravos. Como tinham formatos de corpos diferentes, as telhas não ficavam do mesmo jeito e, por isso, eram taxadas como mal feitas.

8. Inveja branca

A palavra associa a cor negra como algo negativo.

9. Mercado negro

Faz referência a um comércio de serviços ilegais, ligando a palavra “negro” a algo ruim e desfavorável. 

10. Da cor do pecado

Geralmente utilizada como elogio, essa expressão objetifica o corpo negro e liga a cor da pele ao pecado. Antigamente, os “senhores” iam para a cama com escravas por diversão, uma transgressão de momento. 

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI